Tricotando#77 – A Força do Ódio

“O discurso de ódio é um dos maiores problemas dos tempos atuais”, porém “nada é tão forte e eficiente como a força do ódio”. O ódio está com tudo com tudo nos anos 2010’s.

Protagonista de alguns excelentes memes e ao mesmo tempo de crimes desumanos, o ódio e sua gama de significados e significantes parecem estar em um paradoxo constante e cada vez mais visível, graças a nossa amiga interwebs.

Neste episódio Junio Feital e Rafael Souza, receberam a Patsy, para conversar sobre essa poderosa força! Em nosso cotidiano, estamos odiando muito? Dá para usar o ódio de forma positiva? E quem se lembra do amor?

Twitter: twitter.com/TricotandoCast
Instagram: https://www.instagram.com/tricotandocast
Facebook: www.facebook.com/TricotandoCast
Mande emails para: tricotandocast@gmail.com


Acompanhe o Papo Delas

Site Podcast Papo Delas
Facebook Papo Delas
Twitter Papo Delas
Instagram Papo Delas

Acompanhe Café com Porrada

Site Café Com Porrada
Facebook Café Com Porrada
Twitter Café Com Porrada
Instagram Café Com Porrada


 

Playlist do Tricotando

Críticas, elogios e sugestões são muito bem-vindas


3 Replies to “Tricotando#77 – A Força do Ódio”

  1. Jo Bohner ❤️💜💙 (@jobohner)

    Deixar aqui meus dois centavos, já que não consegui participar:
    – Fazendo um link com o episódio anterior, a Hannah Gadsby já disse que o ódio/raiva é uma das coisas que une as pessoas (e que isso não é bom);
    – Tem inúmeros memes de “eu gosto de vc porque vc odeia as mesmas coisas que eu” e possivelmente foi isso que inspirou o app que o Rafanelson citou (Hater) – aliás, olha o ódio empreendendo aí!! hahahah
    – Muito do ódio que sentimos também tem muito de projeção. Não gostamos de algo em nós mesmos, não lidamos com isso, projetamos nos outros e odiamos o que vimos. Por isso, faço coro à Patsy e digo FAÇAM TERAPIA! ;D

    É isso. Episódio excelente. Vou faltar mais vezes! hahahahahah

    Beijos <3

  2. Bianca

    O que me deixa com mais ódio na banalização do ódio é que perdemos esse escalonamento do sentimento, nada fica valido a não ser que seja exagerado, nisso perdemos o tato a pequenas mudanças no próximo.
    Vejo um lado positivo que pelo menos esse ódio conjunto ajuda as pessoas mais reclusas a expressar os sentimentos e se aliviar das frustações e ocasiões mais leves e irritantes do dia a dia.

Comments are closed.

%d blogueiros gostam disto: