No Instagram só existe felicidade?

Alguma vez você já se sentiu mal consigo mesmo depois de navegar no instagram ou em outra rede social?

As redes sociais de modo geral podem ter impacto em nossa saúde mental, isto é, atrapalhar nosso sono, pela mania de ficar rolando o feed infinitamente por horas antes de dormir, como também causar problemas de autoimagem, ao ver corpos que parecem perfeitos e nos sentir infelizes com o nosso.

Todo mundo parece tão feliz, sorridente, bonito. E aí a gente pode se pegar pensando, “eu não tenha essas roupas, meu dente não é tão branco assim, meu relacionamento não é tão perfeito, meu cabelo não é tão brilhante”. E esquecemos que nem sempre o que é mostrado é real.

Claro que existem fotos reais e pessoas reais no instagram, mas muitas fotos são extremamente produzidas, e não espontâneas como a imagem faz parecer. Cada cor e local onde vão estar dispostos os objetos é pensado e pode levar horas até o resultado final estar pronto. Há um longo processo de pensar sobre a imagem, produzir as fotos, escolher a melhor e ainda editá-la em aplicativos.

Algumas pessoas fazem isso pois são instagramers de profissão. O que não é a realidade da maioria das pessoas que tira foto quando tem um tempinho. Ou seja, maior parte das fotos muito bem produzidas e elaboradas, aquelas que passam aquela sensação de “perfeição”, na verdade não correspondem à realidade do dia-a-dia de ninguém. Claro que há exceções, mas em geral, evitamos postar coisas feias, tristes e complicadas da vida, o que gera a ilusão de uma vida ou de corpos perfeitos, que é apenas isso, ilusão.
O que mostram no instagram é uma pequena parcela de uma realidade muito maior, a parcela mais bonita e mais feliz.

Em momento nenhum quero criticar esta rede social, quero apenas levar a reflexão de que há muita coisa além na vida das pessoas que não é mostrado aqui.


Amanda Lobo | Psicóloga
Site|Facebook | Instagram amanda.plobo@gmail.com
Terapia Cognitivo-Comportamental, Avaliação Neuropsicológica e Autismo.
CRP-04/50160

Anúncios